• compras,  Viagem

    Como chegar na 25 de Março?

    Uma pergunta muito óbvia para moradores de SP e um ponto de interrogação para turista é: Como chegar na 25 de março?

    Algo que não aconselho é ir até a região da 25 de carro… Utilizar o transporte público é sempre a melhor pedida. Ou até contar com a forcinha de um Uber/99 ao final das compras.

    Como chegar na 25 de Março de Metrô?

    A melhor opção é através do metrô (vale dar uma olhadinha neste post sobre como nadar no metrô de São Paulo). A estação mais próxima é a São Bento, na linha azul do metrô. A saída dela fica na “Ladeira Porto Geral”, literalmente uma ladeira, uma entrada da 25 de março, onde você também consegue encontrar diversas lojas de bijoux, acessórios, fantasias e etc.

    Esta é a melhor opção também para quem vem de ônibus, de outros estados, e desce nos terminais Jabaquara, Barra Funda ou Tietê.

    Descendo a ladeira você já estará na 25 de Março. 

    Como Chegar na 25 de Março de ônibus?

    Você também poderá utilizar linhas de ônibus e, para não correr o risco de se perder ou pegar o ônibus errado, busque pelas linhas “Term. Pq D. Pedro II”. O Terminal Parque Dom Pedro II fica a poucos metros da 25 de março, bem próximo mesmo, descendo lá você será orientado até por uma criança rsrs… 

    Chegando lá é só aproveitar as diversas lojas, variedade de produtos e precinhos maravilhosos!

  • Viagem

    Visitando o Rio de Janeiro com o ID Jovem

    E aew gente, como estão?

    Confesso que faz um tempo que eu estou adiando esse relato, mas vim contar pois vale muito a pena e espero que o maior número possível de pessoas fiquem sabendo dos direitos que possuem!

    Em novembro de 2018 utilizei pela primeira vez numa viagem (perdi tempo, eu sei) um benefício chamado ID Jovem. Nosso querido ID Jovem dá direito a jovens de até 29 anos (11 meses e 29 dias) com renda familiar de até 2 salários mínimos e portadores do CadÚnico (ufa!) a viagens interestaduais, meia entrada em shows, cinema, teatro, parques, enfim… A lista de gratuidade e descontos é grande! Também cheguei a ser isenta da taxa de um concurso público que fiz, além de uma taxinha de confecção de minha carteirinha de estudante, ou seja, o segredo da coisa é ter informação e ir atrás!

    Mas vamos ao que interessa… Demorei (e muito) pra usar pois sempre adiava viagens por conta de falta de companhia, falta de tempo, entre outras coisas que hoje não me prendem mais (assunto pra outro post). Também tinha um pouco de descrença no programa, pois há algum tempo em uma visita ao Cinemark até questionei o atendente sobre a compra utilizando o ID Jovem e ele simplesmente olhou pra mim com uma cara de interrogação. Então surgiu aquele famoso “pé atrás”. 

    Mas ok, o momento chegou e lá fui eu. 

    Já tinha o app baixado no celular. Já havia reunido diversas informações sobre o benefício e lido depoimentos de pessoas que utilizavam a mais tempo, como dicas sobre o que levar para o guichê, quais companhias eram mais “solícitas” e não “criavam caso” na hora da venda da passagem.

    Me dirigi até a rodoviária do Tietê, no guichê da Expresso Brasileiro que faz o trajeto que eu queria. Lá a atendente foi super atenciosa, anotei o nome dela pra contar pra vocês mas não faço ideia de onde enfiei o papel. Se não me engano era Diana. Mas não tem erro, não existem vários guichês e provavelmente quem for até a rodoviária do Tietê, a noite, dará a sorte de comprar com ela. Não precisei entregar cópias de documentos, não precisei esperar muito tempo nem falar com diversas pessoas. Ela me virou a tela e mostrou horários e dias disponíveis, me permitiu escolher e, infelizmente, como fui um pouco em cima da hora não havia passagem com 100% de gratuidade (são reservados 2 acentos por ônibus convencionais e outros 2 com 50%) mas pagar metade do valor já foi de grande ajuda. 

    Passagens compradas, chegou o dia da viagem! Ida e volta fui num ônibus semi-leito super confortável! Acompanho um grupo no Facebook de pessoas que utilizam o benefício e posso dizer que disponibilizar ônibus executivos e não os convencionais é prática comum das companhias. No meu ônibus havia Wi-fi, poltrona espaçosa, saída USB pra carregar o celular e água geladinha! Imagina a minha felicidade…

    Galera, hoje eu espalho a notícia pra todo mundo que conheço. Acredito que tive “sorte” encontrando pessoas que fizeram o benefício realmente valer. Pois já li relatos de companhias que dificultam a compra de todas as formas e até constrangem os jovens. Isso é no mínimo triste e revoltante! Exigindo carteirinha impressa, mentindo sobre disponibilidade de veículos e horários… Por isso sempre é indicado ao jovem munir-se de todas as formas, conhecendo ao que tem direito e levando consigo tudo o que for necessário. 

    O grupo do Facebook de que falei chama-se “ID Jovem – Soluções” e é um ótimo lugar pra saber mais informações sobre o programa, além de dicas super válidas que podem nos ajudar muito a fazer valer nosso direito!

    Hoje não utilizo mais o ID pois (graças a Deus) fui efetivada em meu trabalho, onde era estagiária, então não me enquadro mais na faixa salarial exigida pelo programa. Mas espero que em meu lugar, outro jovem desfrute muito de viagens, show, teatros e tantos outros eventos culturais que tem direito e a renda não pode bancar.

    E vocês, conhecem o benefício? Fazem uso?

    Contem pra mim nos comentários.

    Um beijão da Cah, até mais!