• Dica de Viagem,  Viagem

    Sugestão de Restaurante em Copacabana RJ – Temperarte

    Na maioria das minhas viagens eu peco em não pesquisar restaurantes antes de ir… Me preocupo com os passeios, vejo tudo sobre a hospedagem, invisto tempo pesquisando a passagem mais em conta, mas sempre deixo pra cima da hora a questão da alimentação.

    Daí eu acabo tento que rodar pela cidade buscando um restaurante com um valor aceitável, uma estrutura legal… Mas como quem tem fome, tem pressa e a pressa é inimiga da perfeição, muitas vezes acabo passando nervoso, comendo mal e pagando caro!

    Como eu sei que muitas pessoas também fazem isso, trago uma dica que foi um achado durante minhas últimas férias no RJ.

    Encontramos o restaurante por acaso e foi uma feliz coincidência! Comida boa, preço justo, atendimento ótimo!

    Este foi o dia em que comemos a feijoada, que é uma das sugestões do chef da quarta-feira. Almoçamos no restaurante por três dias em que estivemos no Rio, em semanas diferentes, e em todos os dias a qualidade foi a mesma!

    Eles dispõe para escolha 4 opções por dia. São as “sugestões do Chef”. Mas se você não gostar de nenhum dos pratos também pode escolher o buffet, que tem toda uma proteção e é servido por um dos funcionários também vestido segundo normas de higiene. Você escolhe uma proteína e 3 guarnições pelo valor de 23,90. As sugestões do chef, que são os pratos prontos, levam uma montagem semelhante e saem por cerca de 19,90 a 23,90. Valor super em conta considerando outras opções da região!

    Mas o que mais chamou atenção no restaurante foi o bom atendimento! Já deixei de ser cliente de estabelecimentos que tinham um bom produto ou uma comida de qualidade, por conta de atendimento ruim. E o Temperarte uniu comida boa, preço justo e atendimento nota 10!

    No Instagram do restaurante você pode conferir os endereços de todas as unidades @temperarterestaurante.

  • Decahsa,  Lifestyle

    Morar na casa/terreno dos sogros/pais? Sim ou não?

    Eu diria que depende muito do tipo de relacionamento que vocês possuem.

    Tive a ideia desta pauta pois eu e meu namorado estamos construindo no terreno dos meus sogros. Eu acredito que sempre devemos lutar por nossa independência, conquistas, mas as vezes isso implica em dar um passinho pra trás. Talvez “passo pra trás” não seja uma boa colocação, mas vocês vão me entender mais pra frente.

    Tentamos um financiamento há pouco tempo…

    Reprovado.

    Aconteceu pois não nos planejamos pra isso. Apenas não queríamos mais esperar, fomos lá e tentamos a sorte.

    Sempre digo que Deus sabe de todas as coisas e hoje agradeço por não ter dado certo. Poucos meses depois a pandemia do corona vírus estourou… Quarentena, demissão do Bruno (meu namorado), incertezas em todo o mercado… Imagina só, ter a responsabilidade de um financiamento nesse cenário.

    Foi daí que veio a ideia de construir na casa dos meus sogros.

    Eu sei que, por mais que exista uma relação de harmonia é complicado dividir espaços. Cada família tem sua personalidade, manias, rotina… O ideal é que cada um tenha sua vida, seu espaço. Mas pensamos muito bem em tudo e vimos que seria a melhor oportunidade. Poder iniciar uma vida sem pagar aluguel e sem dívidas de financiamento, já nos dá diversas possibilidades. É pra praticamente já ter uma casa quitada. Pra nós esta construção é uma segurança, sabe?

    Eu sei que muitas pessoas não tem o mesmo privilégio principalmente por ter uma relação desgastada com a família e compensa mais pagar um aluguel e ter paz/independência, do que economizar mas perder o sono…

    Graças a Deus temos uma relação ótima com os pais do Bruno, irmãos, cunhada e, logo, sobrinho(a)… Me sinto em casa lá e tenho certeza que seremos muito felizes como uma grande família!

    Então, analise muito bem todos os aspectos da situação e, se pensa em algo provisório, já inicie seu plano de ação para conquistar sua independência!

  • Uncategorized

    Planeje agora como agir após a pandemia

    Pois é… Quarentena, pandemia, sonhos adiados, mas eu não posso reclamar. Apenas agradeço a Deus pela vida, por estar a salvo em casa, por minha família estar com saúde, pelo meu emprego… Seria muita ingratidão reclamar. Só que hoje mesmo me peguei fazendo um balanço desse ano.

    Muitas pessoas já dão 2020 como perdido. Já estamos no meio do ano e diversos projetos tiveram que ser adiados/cancelados. A situação econômica não vai nada bem e tudo esta muito incerto pra fazer planos. O ser humano precisa daquele sentimento de “segurança”. Só que se você parar pra pensar, toda estabilidade é uma ilusão. Olha como fomos surpreendidos esse ano, 2020 veio pra nos provar isso. Então, por que não usar esse tempo livre em que temos que ficar dentro de casa pra começar a se preparar pra voltar com tudo?

    Te convido pra voltar um pouco no texto e pensar sobre essa frase: “Já estamos no meio do ano…”. Que tal trocá-la por “AINDA ESTAMOS NO MEIO DO ANO”. Vê como tudo muda quando você decide encarar as coisas por uma perspectiva um pouco mais otimista?

    Essa foi minha lição do dia. Um pouco antes de criar o blog, havia decidido que era isso que queria da vida e que iria perseguir. Conseguir, de alguma forma, viver de viagens. Só que aí a vida vai rumando por caminhos diferentes. A Pandemia foi um dos mais fortes, esse plano teve que ficar um pouco em espera. Daí bate aquele desânimo… Mas tenho certeza que no futuro eu vou pensar: Por que não me planejei antes? Uma coisa que já notei é que a gente tem sucesso quando surge uma oportunidade e estamos preparados pra ela (reserva guardada, aquelas férias vencidas no trabalho e um pouco de planejamento).

    Planejamento.

    Você tem feito algum pra quando tudo isso passar?

    No próximo post eu vou compartilhar algumas ideias de uma pessoa que quer viajar depois da pandemia e também poder ter liberdade pra viajar mais que duas vezes no ano. Espero inspirar muita gente que tem esse mesmo sonho.